ORUNMILÁ




Gil Abelha - Artista Plástico

Dia da Semana: Sexta-feira e Domingo
Cores: Branco-Marfim
Comida: Arroz cozido com mel
Saudação: Exeu, Epá Oju Olorum!
Domínio: Montanhas, Cumes


Divindade da visão celestial e dos oráculos. Conhecido também como Babá Eleri Ipin, é o dono do oráculo(Ifá) sendo por isso conhecido também como Ifá que nada mais é do que uma mutação sua. Onrumilá é a fala do Céu para aqueles que querem ouví-la. É a Divindade yorubana maior, introduzida por Oduduwá através de Setilu, seu primeiro sacerdote. Governa o conhecimento do destinos e dos presságios denominados Odús.




OS FILHOS DE ORUNMILÁ NO AMOR

O HOMEM DE ORUNMILÁ

Estatura mediana, mais para gordo do que para magro, olhos pequenos, boca sensual, cabelos cuidadosamente tratados: assim é fisicamente o folho de Orunmilá. Charmoso, bo~emio, esse homem faz questão de ser o centro das atenções e está à procura de platéias dispostas a ouví-lo falar sobre seus assuntos prediletos. Um deles é a mulher. Conquistador compulsivo, mais do que qualquer coisa, ele gosta é de se exercitar no jogo da conquista, e assim que ganha a mulher , desinteressa-se dela. Balança um pouco quando encontra uma mulher liberal pela frente que é, no fundo, a parceira que gostaria de ter. Só que estas mulheres o assustam. Como também o assusta a idéia de tomar a iniciativa no campo sexual.


A MULHER DE ORUNMILÁ

É fácil distinguir uma filha de Orunmilá das outras mulheres: é aquela de aparência tímida, mas muito bem produzida em termos de roupa e maquiagem. À primeira vista parece uma conquistadora experiente, mas na verdade não sabe como agir depois que chamou a atenção do público masculino. Fica então meio sem graça. Mas mesmo assim, sente-se perfeitamente à vontade em festas, adora uma badalação, um carro bonito, amizades importantes. E é justamente por um homem que possa lhe oferecer essas coisas que ela se apaixona. Sexualmente, gosta de ser comandada e sabe como ninguém usar o ciúme como "arma de sedução" quando lhe convém. é uma mulher muito fértil, que dará uma boa mãe - pelos filhos, ela vai até esquecer dos programas que tanto gosta de fazer.

AFINIDADES

Com mulheres de Oxalá, Oxun, Yemanjá, Oyá e Nanan.


AFINIDADES

Com homens de Oxalá, Oxun, Yemanjá, Oxunmaré e Nanan.


Bibliografia Consultada:
Dicionário Antológico da Cultura Afro-Brasileira - Eduardo Fonseca Jr.
Revista Planeta - Edição Especial Orixás - Número 126 - B
Revista Destino - Edição Extra 1992 - Os Orixás e o Amor, por Eduardo Fonseca Jr.

Contato | Anuncie na Yorubana | Desenvolvido por Yorubana - 2007-2011