EWÁ




Dia da Semana: Quarta-Feira
Cores: Branco, Marfim, Vermelho, Coral
Comida: Batata-da-Terra cozida com azeite doce
Saudação: Hi Ho Ewá!
Domínio: Ilhas, penínsulas


Ewá é a única divindade do Phanteon Afro-Brasileiro que só responde na Nação Gêge. Ela é a Senhora das Ilhas e Penínsulas, apresentando-se como uma guerreira e ao mesmo tempo como um Ninfa, ora segurando a serpente Encantada, ora empurrando a balança de sua justiça particular. Em quaisquer dos casos, ela carrega em si o mistério da Origem dos planetas água e Terra. Entre ela e Obá-Olokum(Olissassa), Senhor dos Oceanos, o equivalente a Netuno, existe o elo  que liga a origem da vida à continuidade da mesma. Por esta razão, todas as pessoas que são filhos ou filhas de Ewá, tem uma missão espiritual ou social no contexto do país onde nasceu e a visão de tudo. Ewá é a rainha do céu estrelado e dona da Ilha de Santa Catarina.




OS FILHOS DE EWÁ NO AMOR

O HOMEM DE EWÁ

Muito difícil, este homem parece vacinado contra o amor. Geralmente alto, de aparência, atraente e comunicativo, ele acha que ninguém é digno de amá-lo e coloca o afeto em segundo plano. Toda essa auto-admiração transforma-se num bloqueio difícil de vencer. Mas pode-se tentar. Uma idéia é desafiá-lo para fazer coisas que nunca tenha feito antes. Tipo levá-lo a um restaurante escondidinho ou a uma praia deserta. Outra tática - esta é a mais importante - é deixar bem claro que a admiração que se tem pelo seu corpo. Que ele próprio acha o máximo, mas que nem por isso faz dele um bom parceiro sexual. É que o filho de Ewá é passivo demais nesse assunto e será preciso agarra-lo na marra. Lembrando sempre de elogiar os detalhes do seu corpo, o mais bonito do mundo.


A MULHER DE EWÁ

Ela tem traços inconfundíveis: cabelos vistosos, cintura e quadris acentuados e proporções perfeitas. Num grupo pode chamar sobre si as atenções de imediato ou então retrair-se à espera de que a "descubram". De qualquer modo, pelo seu comportamento ou pela sua aparência física, a filha de Ewá nunca passará despercebida, porque é uma misteriosa de guerreira, ninfeta e serpente. Dominadora, inteligente, só se liga em homens também especiais, porque adora ser desafiada por adversários fortes. Sexualmente, seu ponto fraco é o pé, e sua grande arma, os beijos melosos. Como parceira erótica, tem grande versatilidade: gosta tanto de dominar o homem quanto de se submeter a ele.

AFINIDADES

Com mulheres de Oxalá, Oxaguian, Yemanjá, Nanan e Oxunmaré.


AFINIDADES

Com homens de Oxalá, Oxunmaré, Exú, Ibeji, Oxaguian e Voduns.


Bibliografia Consultada:
Dicionário Antológico da Cultura Afro-Brasileira - Eduardo Fonseca Jr.
Revista Planeta - Edição Especial Orixás - Número 126 - B
Revista Destino - Edição Extra 1992 - Os Orixás e o Amor, por Eduardo Fonseca Jr.

Contato | Anuncie na Yorubana | Desenvolvido por Yorubana - 2007-2011